Importância da vitamina C na DPOC: Preservação da função pulmonar com propriedades antioxidantes

A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) tornou-se a terceira causa de morte no mundo, caracterizada por limitação do fluxo aéreo e sintomas respiratórios persistentes. Embora os tratamentos convencionais como antibióticos, corticosteroides e broncodilatadores sejam comuns, não há fortes evidências da sua eficácia contra o estresse oxidativo, um fator crítico na DPOC. Lembremos que o estresse oxidativo é o resultado do desequilíbrio oxidante/antioxidante. E que o excesso de oxidantes pode causar a expressão de genes pró-inflamatórios, a inativação de antiproteases e danos oxidativos aos tecidos que levam à DPOC.

Neste ponto, os antioxidantes são a primeira linha de defesa contra os oxidantes, evitando que o pulmão sofra as consequências resultantes de vários oxidantes e/ou oxigênio reativo. Do ponto de vista da medicina ortomolecular, foi demonstrado que a suplementação com antioxidantes, especialmente vitamina C, melhora os sintomas da DPOC. Uma meta-análise recente de dez ensaios clínicos revelou que a vitamina C, em doses de 400 mg/dia ou mais, melhorou significativamente o volume expiratório forçado em 1 segundo (SMD: 1,08, IC 95%: 0,03, 2,12; p = 0,04) e a relação VEF1/CVF, ou seja, proporção da capacidade vital forçada que é expelida durante o primeiro segundo da manobra de expiração forçada (ADM: 0,66; IC 95%: 0,26, 1,06, p = 0,001), soro nível de vitamina C (SMD: 0,63, IC 95%: 0,02, 1,24, p = 0,04) e glutationa (GSH) no soro (SMD: 2,47, IC 95%: 1,06, 3,89, p = 0,0006).

Esta melhoria pode ter vários motivos, sendo o mais notável a sua propriedade antioxidante. A DPOC acarreta frequentemente sobrecarga oxidativa, principalmente devido à hipóxia e infecção, desempenhando um papel crucial na deterioração e remodelação do tecido pulmonar. A vitamina C, como já mencionamos, conhecida por suas propriedades antioxidantes, tem se mostrado eficaz em doenças com características fisiopatológicas semelhantes, como sepse e Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo. Além disso, a vitamina C pode mitigar eficazmente o estresse oxidativo, o que contribui para retardar a remodelação da estrutura pulmonar e, portanto, preservar a função pulmonar.

Em resumo, os resultados sugerem que a vitamina C, com as suas propriedades antioxidantes, pode neutralizar a sobrecarga oxidativa comum na DPOC, desempenhando um papel vital na preservação da função pulmonar e da estrutura dos tecidos.

Referência: Lei T, Lu T, Yu H, Su X, Zhang C, Zhu L, Yang K, Liu J. Efficacy of Vitamin C Supplementation on Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD): A Systematic Review and Meta-Analysis. Int J Chron Obstruct Pulmon Dis. 2022 Sep 10;17:2201-2216. doi: 10.2147/COPD.S368645. PMID: 36118282; PMCID: PMC9473551. 

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC9473551/ 

Pós-graduações: (11) 98980-1238 Outros assuntos: (11) 94626-1560